Textos, crónicas e opiniões

10 Maio, 2017

Pelas Malhas do Antigo Império – Pela Costa Ocidental Africana

Sabia que … Cabinda situava-se no Reino do Congo, reino esse onde durante mais de dois séculos a religião, títulos de nobreza, cerimónias palacianas e costumes passaram a ser exactamente como em Portugal? E que… segundo alguns autores, situava-se em Cabinda o mais valioso dos territórios portugueses ultramarinos de então, […]
10 Maio, 2017

“As Crónicas do Alfazeres” … Lembrando o Nosso Querido e Insubstituível ” Pilonismo” David Sequeira 19430333

O recente falecimento do David Sequerra (14 de Janeiro de 2016), que tanta mágoa me provocou, trás-me à memória, com muita saudade, o nosso cordial, e muito amigo, relacionamento nestes últimos anos em que, com muita frequência, tivemos muitos contactos, quer por escrito, quer telefonicamente, o que era reforçado, naturalmente, […]
9 Maio, 2017

O Pilão e o Serpa Pinto

Ao findar dos anos 40, em boa fase de existência, o nosso Instituto assinou um protocolo com a Companhia Colonial de Navegação (C.C.N.) com vista à realização de estágios curriculares de pré-finalistas do Curso de Máquinas e Eletrotecnia, cumpridos a bordo do já histórico “Serpa Pinto”, ainda a vapor, com […]
9 Maio, 2017

A Censura e os Censores

As imagens de livros a serem queimados em praças aterrorizam os homens. Histórias e histórias que levaram leitores a viajar pelo mundo, pela História, que os emocionaram, alegraram, alguns mudaram até as suas vidas após leituras, enfim… livros queimados em labaredas públicas sob a vigilância arrogante de militares armados. Censores […]
7 Fevereiro, 2017

O Homem que Escrevia Cartas a Si Próprio – VI

Acordou cedo e bem-disposto no dia seguinte. Preparou- se e depois de tomar um pequeno almoço ligeiro, com um bom café de cafeteira, decidiu ir caminhar pela frescura da manhã. A noite havia sido motivante e generosa, com a companhia das duas novas amigas, que se deliciaram com o repasto, […]
6 Fevereiro, 2017

Café

Telefono-lhe poucas vezes. Menos do que devia. Telefono-lhe sempre que preciso e sempre encontro o mesmo apoio. Tenho consciência disso e pesa-me a consciência. Cada telefonema prolonga-se por longos minutos – talvez horas, nem sei – numa tentativa de compensar as conversas que não temos tido. Acabamos a conversa sempre […]
6 Fevereiro, 2017

Dignidade Humana

Acabo de chegar da Tailândia primeiro país do extremo oriente que tive oportunidade de visitar. É um Pais de frenesim como me parecem ser todos os países asiáticos, com um trânsito caótico, milhares de motos que arrancam desenfreadas ao abrir do verde do semáforo. Todos numa louca corrida na procura […]
6 Fevereiro, 2017

O Mundo Mudou e os Escritores Também Mudaram

Em 1936, Samuel Beckett, 30 anos, escreveu o seu primeiro livro, “Murphy”. Fê-lo em Londres, com toda a sorte de aflições psicológicas, crises de pânico e taquicardia, longe da sua terra natal (a Irlanda), sem emprego, em conflito com a mãe a tentar força-lo a abandonar a escrita e procurar […]
6 Fevereiro, 2017

Os Antónios do Instituto

Consultado o “Dicionário de Nomes Próprios”, de Orlando Neves e o “O livro dos nomes”, de Regina Obata, podemos concluir que António é um dos nomes mais populares da antroponímia portuguesa. A sua origem permanece obscura, não se sabendo ao certo quem foi o primeiro António, se bem que alguns […]
6 Fevereiro, 2017

Pilão, a Minha Casa

Os anos de 1973 e de 1974 foram uma verdadeira “overdose”. Foram anos de transição, onde tudo aconteceu, e foram o epílogo dos anos de ansiedade, cinzentos e tristes, do período da Guerra Colonial. Em 1973, quando nada o fazia prever, o meu pai com quarenta e quatro anos, e […]
X